Depilação a Laser e Eletrólise

Fazer introdução a dizer que vão ser discutidos dois tipos de depilação.

A eletrólise é a eliminação quase radical efetuada pelo a pelo. A depilação por elétrólise, popularmente conhecida por depilação elétrica, faz passar uma corrente elétrica através de uma agulha finíssima ou de uma pinça, destruindo o pêlo e danificando o folículo, dificultando deste modo o crescimento posterior do fio. Após uma série de sessões semanais, os resultados podem ser permanentes (embora esse resultado permanente não seja garantido). Mas há algumas coisas que você deve saber antes de experimentar a depilação por eletrólise:

  • Pode ser dolorosa. Cada impulso elétrico pode produzir uma picada, como se o pelo estivesse sendo arrancado. A utilização de um produto para anestesiar o local pode ajudar a amenizar o incômodo.
  • Por praticidade, a eletrólise só é recomendada para pequenas áreas, como o buço ou o queixo, por exemplo, embora algumas pessoas recorram a este método para remover pelos em áreas maiores.
  • Os riscos, embora raros, incluem choque elétrico, formação de quelóide e infecção na pele. Para reduzir o risco de transmissão de doenças, como a hepatite e o VIH, certifique-se de que a profissional utiliza sempre agulhas novas descartáveis ou, em alternativa, use uma agulha individual que você leva e traz com você em cada sessão.
  • As sessões de depilação elérica são demoradas e podem ser prolongadas por alguns meses. Elas também são relativamente caras.
  • Os aparelhos de depilação elétrica para utilização em casa podem ser menos caros a longo prazo, mas, por outro lado, não são tão eficientes como os aparelhos profissionais.

E os lasers?

O mais recente método de depilação utiliza um raio laser para destruir o pelo e o folículo piloso. Após três ou quatro sessões no decorrer de um ano, os resultados podem ser permanentes, embora isso não seja garantido.

Esta técnica é considerada menos dolorosa que a eletrólise, mas pode, mesmo assim, produzir uma sensação de picadas, especialmente nas áreas mais sensíveis.

Os tratamentos por laser são relativamente caros. Remover os pelos das pernas, por exemplo, pode custar algumas centenas de reais. Para um orçamento mais específico procure um profissional da área pois os preços variam de caso para caso.

Não esqueça que os tratamentos a laser também podem provocar vermelhidão, infecção, cicatrizes e, por vezes, pode até alterar o tom da pele.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *